transportadoratransporte

Desoneração da folha para Transportadora

As empresas do segmento de Transporte e Transportadoras tem até fevereiro de 2018 para decidirem, quando forem recolher os encargos trabalhistas referente à janeiro de 2018, qual será mais vantajoso? Recolher a contribuição previdenciária de 20% sobre a folha dos empregados e contribuintes individuais ( Sócios e Autônomos) ou recolher à alíquota sobre Receita Bruta, referente ao mês de janeiro de 2018. O percentual da alíquota varia entre 1,5% a 2,5%, dependendo do CNAE da empresa de Transporte.

O apoio de um profissional especialista em contabilidade para transportadora e especialista em contabilidade para transporte é muito importante para auxiliar na opção que gerará o menor impacto tributária e financeiro na sua cadeia de negócio.

Optando em janeiro de 2018 pela Desoneração terá efeito em 2018?

o Projeto de Lei nº 8.456/2017, que prevê o fim da desoneração da folha de pagamento para a maioria dos setores atualmente beneficiados, continua em discussão na Câmara dos Deputados. A novidade, no entanto, é que, como a votação do Projeto acabou adiada para o ano que vem, as empresas que em janeiro optarem pelo programa de desoneração têm grande chance de permanecer no programa até o final de 2018.

Como saber quando  é ou não vantajoso optar pela Desoneração?

Qualquer escolha é importantíssimo ter uma boa visão do seu negócio para 2018. Uma visão errada, poderá prejudicar todo seu planejamento financeiro e tributável. Mas o que tem haver com a opção do INSS patronal a visão do meu negócio? Tudo , pois uma estimativa errada de faturamento ou do quadro de pessoal, poderá impactar nos custos e nas margens do seu negócio.

Quais indicadores devem validar nessa tomada de decisão?

Uma boa dica é verificar seu faturamento bruto no ano anterior. Esse faturamento engloba as Receitas da sua atividade de transportes e outras receitas, comissões, intermediações,etc. .Apurando a média da sua Receita Bruta do Mês deve ser Verificadas as Notas (Ct-e) cancelados, Descontos Incondicionais, esse devo ser subtraídos da sua Receita

Outro indicador importante é verificar a média da sua folha de pagamento. Qual a media mensal de pagamento bruto da folha. Tendo esses dois indicadores já dar ter uma noção da opção, mas não esqueça que sobre os encargos da folha há FAP e outros (Senat, educação,..),dando em média até 8,8%. É importante validar todos esses pontos para uma boa analise e um profissional especialista em contabilidade para transportadora será vital nessa analise.

Vamos explicar:

Uma Transportadora de Transportes de Cargas, com um faturamento mensal de R$ 700.000,00 e uma folha de pagamento total mensal de R$ 50.000,00. Vamos verificar qual opção seria mais vantajosa, 20% sobre a folha ou Desoneração sobre a Receita Bruta?

Teríamos:

– CPRB (700.000* 1,5% ) = 10.500,00
– INSS 20% ( 50.000*20% ) = 10.000,00

Nesse caso a opção pelo 20% do INSS patronal seria mais vantajosa, dando uma diferença anual de até R$ 6.000,00. Mas note caso a folha mude para R$ 52.550,00 ao mês, já há um mudança no cenário:

– CPRB (700.000* 1,5% ) = 10.500,00
– INSS 20% ( 52.550*20% ) = 10.510,00

É importante sempre buscar a ajuda de profissionais capacitados para montar uma boa analise para sua empresa de transporte. Lembramos que os cálculos acima apresentados são apenas didáticos, pois para uma analise mais apurada devemos observar vários fatores e cenário. Nós Primacy Contabilidade contamos com profissionais especialistas em contabilidade para transportadora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *